Cardiologia

Sintomas de pressão alta: veja os principais e tire suas dúvidas

enfermeiro aferindo a pressão de paciente na clínica sim

A pressão arterial alta ou pressão alta que também é conhecida como hipertensão, é um problema de saúde comum que pode ter sintomas discretos ou ausentes. Muitas pessoas com hipertensão podem viver anos sem saber, pois os sintomas são geralmente leves ou inexistentes. Os sintomas mais comuns da hipertensão incluem:

  • Dores de cabeça
  • Tontura
  • Visão turva
  • Fadiga ou cansaço
  • Sudorese ou suor excessivo
  • Palpitações ou batimentos cardíacos rápidos ou irregulares
  • Dor no peito ou no pescoço

No entanto, é importante notar que esses sintomas também podem ser causados por outras condições médicas e não são exclusivos da hipertensão. A única maneira de saber se você tem hipertensão é através de medições regulares da pressão arterial.

Consulte com Cardiologista e trate doenças relacionadas a pressão alta
Preço * R$ 120 a 129 * Sujeito a alteração de acordo com a Região.

Como medir a pressão arterial?

A pressão arterial pode ser medida utilizando um aparelho medidor de pressão arterial chamado esfigmomanômetro ou tensiômetro. É importante seguir as instruções do fabricante ao usar o aparelho e tomar algumas precauções para obter uma medição precisa. Algumas dicas incluem:

  • Usar o braço esquerdo para medir a pressão arterial, a menos que o médico indique o contrário.
  • Usar o tamanho de braço correto para o manguito. O manguito deve ficar a cerca de 2,5 cm acima do cotovelo.
  • Sentar-se calmamente por pelo menos 5 minutos antes da medição, com os pés no chão e o braço apoiado na mesa.
  • Evitar falar ou fazer qualquer outra atividade durante a medição.
  • Verificar se o aparelho está calibrado e funcionando corretamente antes de usá-lo.

A pressão arterial é medida em milímetros de mercúrio (mmHg). A leitura é composta por dois números, por exemplo 120/80 mmHg. O primeiro número é a pressão sistólica, que mede a pressão nas artérias quando o coração está batendo. O segundo número é a pressão diastólica, que mede a pressão nas artérias entre os batimentos do coração.

Valores normais de pressão arterial são inferiores a 120/80 mmHg. No entanto, o que é considerado normal pode variar de acordo com a idade, o sexo e outros fatores. É importante discutir os resultados da medição da pressão arterial com um médico para entender seu significado e qual é o tratamento adequado.

Quais valores podem ser considerados pressão alta?

A pressão arterial é considerada alta quando a pressão sistólica está acima de 140 mmHg ou a pressão diastólica está acima de 90 mmHg. No entanto, o que é considerado normal pode variar de acordo com a idade, o sexo e outros fatores. Por exemplo, algumas pessoas podem ter valores de pressão arterial ligeiramente mais altos ou mais baixos sem apresentar sintomas ou sinais de doença. É importante discutir os resultados da medição da pressão arterial com um médico para entender seu significado e qual é o tratamento adequado.

É importante lembrar que a pressão arterial pode variar ao longo do dia e pode ser afetada por fatores como o estresse, o exercício, a dieta e o uso de medicamentos. Por isso, é importante medir a pressão arterial em diferentes momentos e em condições semelhantes para obter uma avaliação precisa da pressão arterial.

Doenças relacionadas à pressão alta

A pressão arterial elevada ou hipertensão, pode aumentar o risco de desenvolver algumas doenças graves, incluindo:

  • Doenças cardíacas, como infarto do miocárdio, insuficiência cardíaca e derrame cerebral.
  • Doenças dos rins, como doença renal crônica.
  • Doenças oculares, como glaucoma e danos na retina.
  • Doenças cerebrovasculares, como derrame cerebral e aneurisma.

A pressão arterial elevada também pode contribuir para o aumento do risco de desenvolver outras doenças, como diabetes e doenças ósseas. Tratar a hipertensão pode ajudar a prevenir ou controlar essas doenças. É importante discutir com um médico qual é o tratamento adequado para a pressão arterial elevada e seguir as recomendações de tratamento.