6 sinais na pele para ficar atento e procurar um dermatologista

sinais da pele
A pele é o maior órgão do corpo humano e pode dar vários indícios de que a saúde de diversos outros sistemas não anda muito boa.Com a chegada do verão e a alta incidência da luz solar, a preocupação com a pele aumenta e muita gente procura o dermatologista para mostrar sinais e manchas que surgiram ao longo dos anos.Quer descobrir quais sinais na pele devem te fazer ligar o sinal de alerta e procurar o dermatologista? Confira a nossa lista!

Lesões que sangram

Um pequeno caroço no rosto que sangra mesmo ao contato leve da toalha pode ser o primeiro sinal do carcinoma basocelular, o câncer mais comum em toda a população e a principal consequência da exposição acumulada à radiação solar.Raramente grave e geralmente limitado ao local, esse pode ser considerado um dos sinais na pele que pode ser facilmente retirado com uma pequena cirurgia se for diagnosticado precocemente pelo dermatologista.

Alterações nas pintas

Mudanças de cor, tamanho e formato de pintas ou marcas de nascença — chamadas de nevos pelos médicos — são sinais de alertas para o melanoma, o segundo câncer de pele mais comum.Isso não significa que toda pinta diferente será câncer, mas é sempre indicado ir ao dermatologista para avaliar e acompanhar a lesão mais de perto.

Manchas de sol

Pessoas com pele muito branca e que se queimam facilmente costumam ter muitas manchas de sol espalhadas em regiões expostas, como rosto, braços e ombros.Mesmo que não haja manchas suspeitas é importante visitar o dermatologista com frequência para receber dicas em relação ao uso do protetor solar, a inibição do envelhecimento cutâneo e a prevenção de lesões cancerígenas.

Alterações nas unhas

As unhas são consideradas anexos da pele e também fazem parte dos cuidados do dermatologista. Se suas unhas ficaram fracas de repente, mudaram de cor ou de formato, estão descolando da pele ou ficaram com a superfície mais irregular e fosca, é importante procurar o médico.Unhas muito fracas podem indicar uma deficiência de nutrientes e vitaminas, por exemplo, enquanto a unha irregular com pequenas depressões pode ser consequência da psoríase, uma doença autoimune.

Manchas brancas

Lesões brancas ou mais claras do que a pele saudável podem indicar tanto uma infecção fúngica — a famosa micose — quanto alergias provocadas pela dermatite atópica em indivíduos com a pele mais ressecada.Como o tratamento dessas condições demanda cremes e medicamentos diferentes, a visita ao dermatologista e a realização de alguns exames é essencial para que o diagnóstico seja feito de forma correta e eficaz.

Manchas amareladas

O surgimento de pequenas manchas amareladas no rosto, nos braços ou nas pernas costuma ser consequência de altos níveis de colesterol e triglicerídeos, gorduras que costumam aumentar no sangue de quem está acima do peso, sofre de diabetes ou tem uma dieta menos saudável.Dessa forma, as manchas amarelas nada mais são do que acúmulos dessas gorduras na pele, oferecendo um sinal de que é necessário realizar alguns exames e investigar outras doenças para garantir a saúde.Você já viu algum desses sinais na pele? Busque a orientação do seu dermatologista o quanto antes! Aproveite e confira quais cuidados são necessários para manter a saúde da pele também durante a gestação!
Gostou? Compartilhe!

> Artigos relacionados

Chikungunya

4 perguntas mais frequentes sobre Chikungunya

clínica sim covid

Clínica SiM – Protocolos contra o Coronavírus e funcionamento das Clínicas [ATUALIZADO MAR/2021]

Deixe seu comentário