Dor de garganta: principais causas e tratamentos

dor de garganta. clínico geral.
Muito comum entre adultos e crianças, a dor de garganta é uma das inflamações mais recorrentes na população do mundo todo. Muitas vezes pode começar apenas com uma dor fraca ou dificuldade para engolir, entretanto, sem tratamento pode levar a sintomas mais sérios e comprometer a saúde e bem-estar do indivíduo.Existem muitas causas possíveis que dê origem a dor de garganta, sendo as mais apontadas as causadas por quadros de faringite e, ou, amigdalite, ou seja, infecções nessas áreas. Dentre essas infecções, a maior parte é viral, sendo causadas por quadro de gripe, resfriado ou mononucleose. Entretanto, a inflamação também pode ter outras causas diversas como bacteriana, alergias, refluxo, entre muitas outras.

Veja mais: 4 perguntas mais frequentes sobre Chikungunya

Agende Segundo pesquisas cerca de 30% dos casos de dor de garganta não tem origem infecciosa, contra 70% de origem viral (50%) e bacteriana (20%). Sendo essa primeira tendo origem em causas diversas alergias, refluxo gastroesofágico, irritação por cigarro e até mesmo câncer na garganta, sendo essa última mais rara. Já as outras duas são mais distintas e são causadas por antígenos específicos, necessitando de tratamento clínico, em especial a bacteriana.As dores de garganta causadas por vírus têm suas principais causas nas gripes, resfriados e mononucleose. Normalmente, essas infecções vêm acompanhados de sinais nas vias respiratórias como tosse, espirros, entre outros. Não é comum que a infecção viral ataque apenas a garganta, normalmente os sintomas sugerem uma gripe ou resfriado, sendo menos comum a presença de pus.Por outro lado, as infecções bacterianas, além de não apresentarem sintomas típicos virais (espirros e congestão nasal), costumam vir acompanhados de pus nas amígdalas e aumento dos linfonodos (gânglios) do pescoço. Além disso, pode ocorrer também edema da úvula e pontos hemorrágicos no palato (vários pontos vermelhos no céu da boca). A febre causada pela infecção bacteriana, em geral, costuma ser mais alta que na viral, mas isso não é uma regra, já que há casos de gripe com febre bem alta.O tratamento das dores de gargantas virais é mais simples, podendo se curar normalmente sozinhas com repouso e hidratação constante, entretanto, caso os sintomas sejam muito severos, a procura por um clínico geral ou otorrino é sempre a melhor opção para o tratamento, podendo o especialista passar os medicamentos adequados para amenizar o incomodo. Já no caso de infecção bacteriana, o tratamento é feito normalmente com antibióticos, podendo o médico indicar o melhor remédio que mais se adeque ao estágio da doença e do paciente.Muito se fala de meios alternativos para tratamento de dores de garganta, a crença popular traz muitos benefícios com insumos como mel, própolis, papaína, entre outros. Entretanto, é importante ressaltar que não há trabalhos que provem a eficácia da homeopatia ou fitoterapia no tratamento das faringites, sendo alguns insumos em excesso contraindicados, podendo causar o agravamento da doença caso sejam mal-empregados.Sendo assim, é importante ressaltar também que ao aparecerem os sintomas, em especial da infecção bacteriana, o acompanhamento com clínico geral ou otorrinolaringologista é necessário, pois podem tratar de maneira eficaz a infecção, contendo assim qualquer agravamento do quadro. Agende sua consulta. Agende
Gostou? Compartilhe!

> Artigos relacionados

sintomas zika

Zika, Chikungunya ou Dengue: como identificar os sintomas de cada uma delas?

sinais da pele

6 sinais na pele para ficar atento e procurar um dermatologista

Deixe seu comentário