Alterações na tireoide: sintomas e cuidados

alterações na tireoide

A tireoide é uma glândula em forma de borboleta que está na parte inferior do pescoço. Essa é responsável por secretar os principais hormônios com a função de regular o metabolismo.

Quando essa apresenta um quadro de desregulação, seja para menos ou para mais hormônio secretado, o indivíduo pode apresentar alguns sintomas.

Quer descobrir como a tireoide influencia em seu metabolismo e quais são os sintomas disso? Continue lendo esse texto, vamos nos aprofundar nesse assunto.

Os hormônios da tireoide

Os hormônios da tireoide são os principais reguladores dos processos metabólicos que acontecem em nosso corpo. Caso eles não sejam produzidos na quantidade correta, pode acarretar em diversos problemas para o indivíduo.

Os 2 principais hormônios são a tiroxina (T4) e a triiodotironina (T3), sendo responsáveis pelo nosso metabolismo basal, ou normal, garantindo que tudo funcione normalmente.

Os distúrbios ocorrem quando essas substâncias são produzidas em excesso, configurando um quadro de hipertireoidismo, ou em falta, hipotireoidismo.

Principais sintomas de hipertireoidismo

  • Perda de peso;
  • Fome em excesso;
  • Nervosismo;
  • Transpiração excessiva;
  • Aumento dos batimentos cardíacos e da pressão arterial;
  • Fraqueza muscular;
  • Bócio em casos extremos.

Principais sintomas de hipotireoidismo

  • Fraqueza e letargia;
  • Sensibilidade ao frio;
  • Frequência cardíaca reduzida;
  • Formigamento nas mãos;
  • Pele e cabelos secos;
  • Aumento de peso;
  • Bócio.

Em ambos os casos, quando a situação é demasiadamente séria, também observamos alterações do ciclo menstrual e fertilidade.

Exames para identificar alterações na tireoide

Ao encontrar um endocrinologista e identificar os sintomas apontados acima, ele indicará exames para confirmar o quadro clínico. Esses exames serão especificamente para identificar os níveis hormonais do TSH ou do T4 e T3.

O TSH é um hormônio produzido na hipófise, uma glândula que está localizada no cérebro. A sigla significa Hormônio Estimulador da Tireoide, sem ele a tireoide não funciona normalmente.

Também podem ser indicados exames de imagem para investigar o tamanho da tireoide e identificar casos de bócio precocemente e também a biópsia do órgão.

Causas das alterações na tireoide

  • Doença autoimune;
  • Bócio multinodular tóxico;
  • Ingestão excessiva ou carência de iodo;
  • Tireoidite silenciosa;
  • Tireoidite pós-parto;
  • Tireoidite sabaguda;
  • Nódulo tóxico.

Todas essas podem ser causas de alterações na tireoide, se esta for identificada o tratamento é feito através de medicamentos prescritos pelo seu endocrinologista.

Essa é uma doença extremamente séria e que se não for identificada a tempo pode causar diversas complicações como anemias, desordens neurológicas, coronariopatia; retardo mental, surdez, dislipidemia, glaucoma, problemas renais, insuficiência cardíaca, dentre outros.

Acredite se quiser, uma das principais formas de evitar o desenvolvimento dessa doença é deixar o plástico de lado. Você sabia que esse material libera uma substância chamada bisfenol quando aquecido ou resfriado? Essa substância é considerada tóxica em diversos países e é banida da fabricação de mamadeiras.

Contudo, não precisa entrar em pânico, atualmente essa substância não é mais amplamente utilizada na fabricação de utensílios plásticos.

Ao apresentar os sintomas acimas descritos, é de extrema importância marcar uma consulta com um endocrinologista. Para isso, você pode contar com a Clinica sim para encontrar profissionais de confiança em sua região.

Gostou? Compartilhe!

Deixe seu comentário