Os cômodos com maior perigo de queda para os idosos

geriatria. idoso caído. queda. geriatra.
Muito comum em pessoas acima de sessenta anos, as quedas podem significar uma diminuição à qualidade e à expectativa de vida. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), até 35% dos indivíduos nessa faixa etária sofrem pelo menos uma queda por ano, subindo para para 42% na turma acima dos 70 anos.Com o avançar da idade, cair se torna algo corriqueiro e cada vez mais perigoso, vários problemas como fraqueza muscular, osteoporose, falta de equilíbrio e falhas na visão são agravantes para deixar o idoso ainda fragilizado, agravando ainda mais a situação caso ocorra uma possível queda. Sendo assim, é importante tomar todos os cuidados possíveis para evitar que alguma fatalidade possa acontecer.

Veja mais: Alimentação: Como envelhecer de forma saudável?

Agende

Veja mais: Menopausa e osteoporose: causas e tratamentos

 Diferente do que comumente se acredita, o cômodo que apresenta maior perigo para o idoso não é o banheiro. Segundo um estudo realizado pela TeleHelp, empresa especialista em assistência à terceira idade, que oferece um botão de emergência para ocorrências como as quedas.Na pesquisa, foram analisados 600 chamados de idosos que caíram atendidos entre janeiro e setembro de 2019, destes: 34% foram para ajudar pessoas que caíram no próprio dormitório; 16% dos pedidos de socorro vieram da sala; seguida pelo banheiro, com 12%. As demais áreas como cozinha, corredor e áreas externas responderam por 9%, 3% e 3%, respectivamente.

Como evitar as temidas quedas?

Como cair se torna uma ameaça, especialistas em geriatria recomendam efetuar algumas adaptações par evitar que o idoso possa eventualmente acabar caindo. Sendo assim elencamos as principais dicas de acordo com o cômodo, são elas:

No quarto

Por ser muitas vezes o apoio ao levantar da cama, a mesa de cabeceira deve ser bem firme, se possível presa ao chão para evitar que vacile ou não dê o suporte esperado. Assim como a fixação da mesa de cabeceira, existem outras estratégias no quarto que podem ajudar, como ter um abajur próximo da cama com o interruptor de fácil acesso diminui a chances de surpresas ao levantar a noite, ajustar a altura da cama para que não fique muito alta ou muito baixa também auxilia ao levantar, bem como a remoção de qualquer tapete ou obstáculo em lugares de movimentação constante.Outro ponto bem importante para o quarto é deixar uma cadeira para que as trocas de roupa sejam feitas de maneira mais pratica e acessíveis, evitando assim uma eventual queda ou vertigem por conta de agachamentos.

No banheiro

Por ser fechado e escorregadio, o banheiro requer atenção redobrada com os cuidados, é importante que as toalhas e saboneteiras estejam sempre ao alcance da mão para que o idoso não precise se esticar para buscar, bem como é importante ter piso ou tapete antiderrapante e uma cadeira para ajudar a tomar banho, secar e vestir.Além dos cuidados já citados é importante que, caso ocorra dificuldade em sentar ou levantar do vaso sanitário, seja instalado um assento mais alto e barras laterais para dar maior apoio e sustentação.

Na sala

Ampla ou apertada, salas sempre tem uma grande concentração de móveis e espaços estreitos favoráveis a proporcionar quedas, sendo assim é importante que a mesa de centro e tudo que atrapalhe a locomoção seja retirado para dar mais espaço, bem como se preciso fixar alguns móveis para dar menos instabilidade e mais apoio para o idoso se apoiar.Outra estratégia bem importante é reservar uma poltrona ou sofá especialmente para que o idoso, sendo assim ele definirá uma rota e poderá se instalar, ou seja, o percurso será conhecido e sem muitos obstáculos, deixando ainda mais fácil a orientação e locomoção de um ponto a outro.É importante ratificar que o idoso deve visitar regularmente o especialista em geriatria para entender como anda sua saúde e poder tomar os cuidados necessário para minimizar ao máximo os efeitos do envelhecimento. Na Clínica SiM dispomos de profissionais especialistas em reumatologia, nutrição e geriatria, bem como aparelhagem disponível para realização de exames, veja a disponibilidade das agendas e marque sua consulta ou exame. Agende  
Gostou? Compartilhe!

> Artigos relacionados

geriatria idosos caminhando

3 dicas para melhorar a saúde mental do idoso

Geriatria. Geriatra atendendo idoso.

Geriatria e a saúde mental do idoso

Deixe seu comentário