3 dicas para melhorar a saúde mental do idoso

geriatria idosos caminhando
De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), um a cada 10 pessoas no mundo sofrem de algum distúrbio mental. Tal dado representa 10% da população mundial – aproximadamente 700 milhões de pessoas – que sofrem com alguma dessas condições, o que os torna mais vulneráveis para lidar com o estresse, relacionamentos interpessoais e até mesmo a qualidade de suas escolhas.Com o passar dos anos, as dificuldades causadas naturalmente pelo envelhecimento – como a perca de algumas capacidades, ociosidade e a perda de pessoas próximas – podem trazer ou agravar algum tipo de doença mental como depressão ou transtornos de ansiedade, por exemplo. Pensando nisso, separamos algumas dicas para deixar essa época da vida mais leve e prazerosa.

Veja mais: Geriatria e a saúde mental do idoso

Agende

Veja mais: Menopausa e osteoporose: causas e tratamentos 

Mas antes, é importante reforçar que, segundo especialistas em geriatria, o processo de envelhecimento por si só não está relacionado a nenhuma doença, sendo ele o responsável pela diminuição de nossas reservas naturais, ou seja, a diminuição de algumas capacidades é algo perfeitamente normal.

1. Experimente novas atividades

A terceira idade é a fase da vida em que o tempo livre aumenta. Sendo assim, mantenha sua cabeça aberta para o novo. Manter-se ativo ajuda em todos os aspectos do envelhecimento, amenizando os aspectos negativos do envelhecimento e transformando a experiência como um todo.Sendo assim, existem muitas alternativas para preencher o tempo livre de forma produtiva e prazerosa, como por exemplo aprender um novo idioma, fazer uma atividade física, aprender algum instrumento. Escolha a que mais agrada e aproveite para se dedicar!

2. Fique conectado

O isolamento social, por inúmeros fatores, é bem comum na terceira idade, sendo esse um dos principais motivos de problemas psicológicos nessa fase da vida. Deste modo, caso o idoso não seja conectado em novas tecnologias, não tem problema, o importante é manter-se em contato com amigos e familiares, ou seja, com pessoas que o laço de afeto é mais forte.Tão importante como na primeira dica, mantenha-se aberto para relações, novas amizades e amores são sempre bem-vindos. Mantenha-se conectado com o grupo social, seja a turma do novo idioma ou os companheiros de alguma atividade que você goste de fazer, quem sabe de um hobby novo.

3. Tenha ótimas noites de sono

Especialistas em geriatria alertam para a qualidade e a quantidade de sono a respeito vários aspectos da saúde na terceira idade, apontando como um dos motivos de agravamento do quadro e do surgimento de várias doenças nessa fase da vida.Dentre todas as doenças apontadas pelos especialistas, a síndrome de alzheimer é a que mais está intimamente ligada com a qualidade do sono, dormir entre 7 a 9 horas todas as noites permite que seu cérebro se recupere para o novo dia, em consequência disso, você terá mais energia e um humor melhor pela manhã, fazendo o dia render mais.Essa são algumas dicas para melhorar a saúde mental na terceira idade, entretanto, as dicas não são restritivas a idade. Bem como, podemos indicar também o exercício de mente e corpo e a alimentação saudável como fontes de melhora no quadro geral em qualquer idade.Importante ressaltar também que o acompanhamento psicológico é necessário em todos os momentos da vida, utilizando como medida de prevenção, a fim de acompanhar e evitar o desenvolvimento de alguma dessas moléstias psicológicas. Agende
Gostou? Compartilhe!

> Artigos relacionados

geriatria. idoso caído. queda. geriatra.

Os cômodos com maior perigo de queda para os idosos

geriatria. idosos preparando alimento.

Alimentação: Como envelhecer de forma saudável?

Deixe seu comentário