Exames de pré-natal: veja quais são eles e quando fazê-los

A gravidez é um sonho para grande parte das mulheres, um momento mágico. Dar à luz a uma nova vida é uma oportunidade muito bela e, como todos sabemos, reservada apenas ao sexo feminino. Afinal, embora o pai possa estar junto, dar apoio e se preocupar, a mãe é quem tem a grande missão de carregar a criança no ventre durante os 9 meses.Para que a criança venha ao mundo de maneira saudável e tranquila, a mãe precisa passar por uma bateria de exames que ocorrem durante toda a gravidez, os famosos exames de pré-natal.Se você está no início da gravidez ou pretende engravidar em breve, confira a seguir quais são os exames necessários e em que época da gravidez eles precisam ser realizados. Não hesite em procurar um médico especialista para quaisquer dúvidas. Continue lendo!

Primeira consulta médica após a gravidez ser confirmada

Algumas mulheres levam mais de um mês para perceberem que estão grávidas. De acordo com cada organismo, isso pode levar até 3 meses. Porém, no momento em que a gravidez é confirmada, muitos exames de pré-natal precisam ser feitos. São eles:
  • Exames de sangue;
  • Exame de urina;
  • Exame de fezes.

Exame de sangue

Dentre os exames de sangue estão o hemograma, que serve para avaliar o sistema imunológico e conferir se há deficiência de ferro no organismo, o que pode causar anemia à grávida. Além do hemograma são realizados exames de perfis glicêmicos e lipídicos, tipo sanguíneo, hormonais, vitaminas, minerais e infecciosos.Os exames de perfil glicêmico e lipídico avaliam os níveis de açúcar e gordura no sangue. O exame de tipo sanguíneo, tem como objetivo saber se o sangue mãe é A, B, O ou AB e o seu fator Rh — ou seja, se é positivo ou negativo.Já os de hormônios, vitaminas e minerais têm como objetivo avaliar se as funções hormonais estão em ordem e conferir os níveis de vitaminas e minerais, principalmente ferro, ácido fólico e cálcio, que são extremamente importantes para a saúde da mãe e do bebê.Por fim, os exames infecciosos também são essenciais pois procuram por vírus e bactérias que possam causar doenças, como sífilis, hepatite e HIV, por exemplo.

Exame de urina

O exame de urina é realizado para detectar possíveis infecções urinárias, a presença de proteínas que sejam indicativas de que a mãe pode desenvolver alguma doença — como pré-eclâmpsia, por exemplo — e também acompanhar os níveis de saúde de uma grávida diabética.

Exames de fezes

Os exames de fezes têm como principal função investigar a presença ou ausência de parasitas que possam debilitar a saúde da mãe e do feto e, assim, complicar a gestação.

Entre a 5ª e 8ª semana de gestação

Ultrassom intravaginal

O ultrassom intravaginal tem como função visualizar o embrião, bem como o saco gestacional, além de permitir calcular o tempo de gravidez e a provável data do parto. Se realizado após a sexta semana, já possibilita ouvir os batimentos cardíacos do feto.

Entre a 11ª e 12ª semana de gestação

Ultrassom de translucência nucal

Esse famoso exame mede a espessura de um fluído que fica entre a pele a gordura da nuca do feto. Seu resultado é capaz de mostrar as chances de haver algum tipo de anomalia, entre elas a Síndrome de Down. Além disso, é possível observar a presença ou ausência de cartilagem nasal, algo que reflete uma alteração de ordem genética.Outras finalidades importantes do ultrassom de translucência nucal são auscultar os batimentos cardíacos do feto, observar ductos venosos, além de medir o tamanho do feto. Caso o(a) médico(a) encontre alguma alteração no feto durante a realização desse exame, uma série de exames complementares certamente serão solicitados.

Entre a 20ª e 22ª semana de gestação

Ultrassom morfológico

Esse exame mais uma vez será útil para medir o feto, agora com uma novidade: estimar o seu peso. Além disso, o exame tem como prioridade analisar os órgãos do bebê, uma vez que, com essa idade, ele já tem basicamente todos os órgãos prontos.É também durante esse exame que se visualiza o sexo de criança. E aqui cabe uma curiosidade: se o aparelho utilizado no exame possuir tecnologia 3D, ou até 4D, será possível observar os traços e linhas de expressões faciais do bebê.

Entre a 24ª e a 28ª semana de gestação

Exame de glicemia

O exame de glicemia tem como intuito analisar os níveis de glicose (açúcar) no sangue. É por meio dele que será possível saber se a mãe desenvolveu a diabetes gestacional. Caso o exame de glicemia apresente resultado alterado, será então solicitado o teste de tolerância oral de glicose.

Teste de tolerância oral de glicose

Também conhecido como curva glicêmica, o teste de tolerância oral de glicose tem como intenção analisar a taxa de absorção de glicose pela grávida, para então diagnosticar, de fato, se a ela desenvolveu ou não diabetes gestacional.

Entre a 34ª e a 37ª semana de gestação

Triagem de estreptococo beta-hemolítico

Nesse exame recolhe-se uma amostra de secreção vaginal e uma do reto da grávida para saber se há presença de bactérias estreptococo do grupo B, que podem ser transmitidas para o bebê durante o nascimento e causar uma série de complicações ao feto — inclusive levá-lo à morte. Em caso positivo, antibióticos são administrados à gestante, o que garantirá um parto tranquilo.

Ultrassom do terceiro trimestre

Nesse exame se avalia o peso, tamanho e, principalmente, a posição do feto. É possível também avaliar a maturidade da placenta e a quantidade de líquido amniótico que envolve o bebê. O número de realizações de ultrassom do terceiro semestre varia de acordo com a necessidade da gestante e, também, da conduta do(a) médico(a).Sem sombra de dúvidas, o nascimento de uma nova vida é um momento mágico e muito feliz para toda a família e, justamente por isso, o período de gravidez é uma época muito delicada, que requer uma série de cuidados tanto dos médicos quanto dos pais do bebê que está por vir.Agora que você já sabe tudo sobre exames de pré-natal, que tal baixar nosso e-book “Guia da mamãe de primeira viagem: Tudo que você precisa saber sobre os primeiros meses de gestação”? Nele, você encontrará uma série de recomendações, dicas e demais informações para mamães de primeira viagem!
Gostou? Compartilhe!

> Artigos relacionados

Ultrassom transvaginal

Ultrassom transvaginal: entenda a importância durante a gestação

gastos-durante-a-gestacao

Saiba os gastos durante a gestação e se prepare

Deixe seu comentário