Como organizar as finanças da família com a chegada do bebê?

finanças familiares
A chegada de um novo membro da família é motivo de muita alegria e, também, de um pouquinho de preocupação. Afinal, preparar as finanças da família para receber o bebê é um dos cuidados essenciais para não ter problemas no futuro.Uma nova criança na família implica em dívidas, afinal, as despesas começam a aumentar antes mesmo do nascimento, com montagem de enxoval, eventuais exames e consultas médicas e até reforma na casa. Por isso, o quanto antes você começar a planejar o orçamento familiar para a nova realidade, melhor!Veja como organizar as finanças da família com a chegada do bebê:

Conheça a situação financeira da família

O primeiro passo para organizar as finanças e se preparar para a chegada do bebê é fazer um orçamento financeiro familiar. Para isso, coloque no papel todas as receitas da casa e, também, as despesas.Além de especificar valores, é importante categorizar as saídas para saber exatamente onde estão os principais gastos da família e o que pode ser cortado, se necessário.

Faça um planejamento de gastos para o futuro

Planejar o futuro é passo importante para cuidar das finanças pessoais e, no caso de quem está esperando um bebê, é um cuidado ainda mais essencial. Ao saber exatamente quais são as receitas e despesas da família, é possível pensar à frente e acrescentar os gastos que terá com o bebê.Entre as despesas que têm que ser consideradas estão pediatra, remédios e fraldas. Quando a criança for mais velha, entra na lista a mensalidade com creche e escola. Para não passar dificuldades, é importante colocar tudo na ponta do lápis e ver quanto terá que ganhar por mês para conseguir pagar as despesas.

Controle gastos

Independentemente da situação financeira da família, quando nasce um bebê, as prioridades financeiras mudam. É bem provável que você tenha que abrir mão de alguns gastos para poder prover para a criança tudo aquilo de que ela necessita.Comece reduzindo ou cortando supérfluos, como assinatura de revista, academia, etc e considere substituir alguns programas, como viagens e jantares, por opções mais baratas.

Crie uma reserva para emergências

Ter um fundo para gastos que não foram previstos é uma forma de não ser pego de surpresa e descobrir que não tem a quantia necessária para comprar um remédio ou arcar com uma consulta médica quando o bebê ficar doente. O ideal é que essa reserva seja equivalente a, pelo menos, três meses de despesas mensais.

Tenha cuidado com a compra do enxoval

Muitos casais cometem o erro de gastar mais do que podem na compra do enxoval e se veem em maus lençóis no futuro. Não cometa esse erro estipulando um limite de gastos que esteja dentro das possibilidades financeiras da família. Uma forma de economizar na hora de preparar tudo para a chegada do bebê é fazer um chá de fraldas e/ou reaproveitar roupinhas e itens de crianças da família. A economia será considerável.Planejamento é palavra de ordem para colocar as finanças em dia para receber um novo membro na família. Não deixe para a última hora.E você, tem alguma dica para organizar as finanças da família com a chegada do bebê? Deixe nos comentários!
Gostou? Compartilhe!

> Artigos relacionados

Saiba como fazer os exames durante a gravidez sem apertar o orçamento

Como garantir uma viagem de avião tranquila durante a gravidez

Deixe seu comentário