Primeiro mês de gravidez: 5 cuidados que a gestante deve ter

O primeiro mês de gravidez é marcado pela adaptação da mulher à maternidade: seu corpo passa por profundas mudanças, assim como as emoções. Nesse período, você já pode sentir a barriga durinha e os seios mais inchados e doloridos. Os cheiros passam a se tornar mais perceptíveis, trazendo, com eles, náuseas e enjoos.Devido à explosão dos hormônios, sintomas de estresse e dores de cabeça começam a surgir, mas fique tranquila, pois momentos de muita alegria estão chegando.Enquanto isso, uma revolução acontece dentro de você: órgãos vitais do bebê começam a se desenvolver já nas primeiras semanas, período em que alguns cuidados são essenciais para evitar riscos de aborto e malformação.Neste post, preparamos para você orientações que poderão auxiliar – e muito! – nesse momento tão especial para você e o seu bebê. Confira!

1. De olho na alimentação

Nesse período, nada melhor que uma dieta nutritiva e equilibrada para manter a saúde de vocês sempre em dia. Invista em verduras, frutas e legumes que sejam fonte de vitaminas do complexo B, cálcio, ferro, zinco e fibras.O ácido fólico é um nutriente importante durante os primeiros meses de gestação, pois evita os riscos de defeitos no fechamento do tubo neural do bebê (DFTNs), o que traz problemas graves como a anencefalia. Por isso, adote em seu cardápio alimentos como espinafre, brócolis, fígado bovino, grão-de-bico, laranja e abacate. Se ainda tiver dúvidas, não hesite em consultar um Nutricionista!

2. Atividades físicas são importantes

Uma caminhada durante o dia, assim como exercícios leves (Yoga e natação) ajudam a melhorar a indisposição e a sensação de cansaço comuns do primeiro trimestre de gravidez.Além disso, desde que não sejam de alto impacto, as atividades físicas regulares auxiliam na liberação de serotonina no organismo, hormônio importante para uma gestação mais saudável e feliz.

3. Imunização no primeiro mês de gravidez

Com acompanhamento de um especialista, a gestante deve se imunizar contra doenças como rubéola e hepatite B, que podem causar problemas durante a formação do feto.Outra atenção é com os riscos de toxoplasmose, doença causada pela transmissão de protozoários (Toxoplasma gondii) por meio das fezes de gatos. Evite comer carnes cruas e malpassadas. As frutas e verduras devem ser sempre bem lavadas. Previna-se! inicio gravidez 

4. Mudança de hábitos: cigarro e bebidas alcoólicas

Caso você seja fumante ou faça uso regular de bebidas alcoólicas, o momento certo para se evitar tais hábitos é agora. A dica também vale para o futuro papai. Por conterem altas substâncias químicas, o cigarro e o álcool podem causar problemas de malformação e riscos de doenças congênitas no bebê.

5. Automedicação é proibida

Analgésicos e antitérmicos somente com orientação médica, bem como pomadas e cosméticos. O uso contínuo de quaisquer medicamentos deve ser informado a seu médico obstetra.Além dessas orientações para o primeiro mês de gravidez, nada mais importante que a realização  do pré-natal, acompanhamento fundamental para o desenvolvimento e saúde da criança. A consulta a um especialista poderá indicar os cuidados essenciais para a sua gestação.Gostou desse artigo? Acompanhe outras dicas no e-book “Guia da Mamãe de Primeira Viagem: tudo que você precisa saber sobre os primeiros meses de gestação”.
Gostou? Compartilhe!

> Artigos relacionados

8 dicas de alimentação e exercícios de acordo com a fase gestacional

atendimento do SUS

Principais problemas enfrentados pelas gestantes no SUS

Deixe seu comentário