As 5 principais dúvidas sobre pré-natal odontológico

odontologia. paciente sendo atendida por dentista.
Desde a descoberta da gravidez até o nascimento do bebê, é um período marcado por alegrias e muitas dúvidas. Afim de esclarecer algumas questões importantes, chamamos Dra. Natasha Muniz Fontes, especialista em odontopediatria, para nos ajudar a sanar as mais frequentes.

Quando começar o acompanhamento?

É importante salientar que os cuidados odontológicos são necessários em todos os períodos da vida, sendo a saúde bucal responsável pela manutenção da saúde de várias áreas do organismo, podendo um problema oral afetar as demais partes do corpo.No caso das gestantes, é importante entendermos que esse acompanhamento deve ser feito com profissional especializado pois existem restrições quanto a medicamentos e substâncias que podem ser ministradas, em especial no primeiro e terceiro trimestre.

É verdade que é mais comum aparecer algumas doenças periodontais durante a gestação?

Sim, estudos comprovam que algumas doenças periodontais, bem como inflamações gengivais costumam aparecer com mais frequência em mulheres gestantes. Entretanto, não precisa ficar preocupada, com tratamento e acompanhamento feitos por um bom profissional da área odontológica, os problemas podem ser controlados e tratados sem maiores preocupações e danos para a mamãe e o bebê. Por isso é importante fazer o Pré-natal odontológico.

O que é e como funciona o pré-natal odontológico?   

O pré-natal odontológico nada mais é do que o acompanhamento por dentista especializado na saúde bucal da gestante no período da gravidez. Todo esse procedimento é feito a fim de evitar o agravamento de problemas já existentes, além de prevenir o surgimento de outras problemas.Esse acompanhamento é importante porque existem alguns procedimentos mais invasivos que serão preferencialmente indicados realizar no período do segundo trimestre da gestação, visto que no primeiro ocorre a formação do bebê e no último podem acelerar o parto, como, por exemplo, procedimentos de endodontia (canal) e cirurgias.

Por que é importante?

Da mesma forma que o acompanhamento com o obstetra é indispensável, visitas regulares ao dentista também são de suma importância. Esse se dá porque alguns problemas de saúde bucal podem afetar diretamente na saúde do bebê, podendo ser responsável pela falta de ganho de peso até mesmo causas de parto prematuro. Sendo assim, a supervisão de um dentista é capaz de garantir uma gravidez mais tranquila.

Como funciona a assistência odontológica após a chegada do bebê?

Caso o tratamento não possa ser concluído no período da gestação ele deverá ser finalizado após o parto. Entretanto, deve ser observado quais fármacos podem ser ministrados.Importante salientar também que os bebês também são bem-vindos as consultas, visto que existem uma série de cuidados referentes a higiene na cavidade bucal que devem ser considerados. Estas visitas são importantes também para detectar alterações e características próprias de cada indivíduo, como por exemplo um freio lingual muito curto que prejudique a amamentação.Dito isso, é importante ratificar que a visita regular ao dentista de seis em seis meses é o ideal para monitoramento e prevenção de problemas de saúde bucal. Aqui na Clínica SiM você encontra profissionais especializados em diversas áreas da odontologia, marque sua consulta aqui.
Gostou? Compartilhe!

> Artigos relacionados

lente de contato dental

Benefícios da lente de contato dental

odontologia. dentista. raspagem. ultrassom. gengivite.

Ultrassom e raspagem: Entenda quais são os tratamentos para a gengivite

Deixe seu comentário