Ultrassom e raspagem: Entenda quais são os tratamentos para a gengivite

odontologia. dentista. raspagem. ultrassom. gengivite.

Seus dentes já sangraram durante a escovação e suas gengivas parecem inchadas? Você pode estar com gengivite. Neste momento, você pode estar preocupado sobre quais tratamentos para a gengivite podem te auxiliar, mas antes é importante entender a origem deste problema.

Muito comum entre os pacientes, a gengivite é uma inflamação causada por restos de comidas que criam placas bacterianas e ficam alocadas entre os dentes e a gengiva.

Essa doença pode causar dor ao mastigar, mau hálito, gosto ruim na boca e sangramento nas gengivas.

De modo geral, a falta de higiene bucal é o principal fator para a causa da inflamação e, por ser um problema tão comum nos consultórios dos dentistas, diversos tratamentos para gengivite foram desenvolvidos.

Veja mais: Carvão ativado para clarear os dentes: mito ou verdade?

Agende

Os riscos da gengivite

A gengivite começa com vermelhidão e inchaço, podendo parecer um simples problema odontológico, sem gravidade. Contudo, pode não ser tão “tranquilo” assim.

A primeira prática para prevenção e de tratamento, que deve ser mantida durante toda a vida, é a higiene bucal correta.

Para isso, a escovação deve ser feita três vezes ao dia e utilizar fio dental. Além disso, procure um dentista para saber o grau da sua gengivite e como ela pode ser tratada.

Afinal, se não for cuidado de forma correta, pode evoluir para um problema periodontal, que é um grau elevado da inflamação e pode comprometer a estrutura óssea e causar a perda total dos dentes.

A partir disso, pode ser necessário um novo tratamento, como o implante dentário.

Nesse momento, talvez você já tenha pensado “quanto custa um implante dentário?” Mas essa resposta vai depender muito de como está a evolução do quadro, demandando a consulta com o especialista para um orçamento adequado.

Além disso, é primordial que esse acompanhamento seja feito corretamente.

Isso para garantir que a colocação das peças que compõem a estrutura sejam de qualidade, bem como o próprio atendimento em que a prótese sobre implante dentário será feita seja bem acompanhada - assim como o pós-operatório.

Cabe ressaltar nesse ponto que essa inflamação na gengiva não é prejudicial apenas para a saúde odontológica.

Isso porque as feridas que ocorrem devido a periodontite podem ser uma porta de entrada para que bactérias entrem na corrente sanguínea. Caso isso ocorra, o risco das bactérias irem até o coração causando pontos de inflamação é grande. 

Veja mais: Retração da gengiva: o que é e como prevenir

Agende

Quem pode ter gengivite?

Esse é um problema odontológico que pode atingir a todas as pessoas, de todas as idades, mas alguns fatores podem contribuir para o aparecimento das placas bacterianas. São eles:

  • Não ter uma boa higiene bucal;
  • Consumir muito açúcar;
  • Fumar;
  • Dificuldade na limpeza devido a dentes tortos;
  • Gravidez, devido às mudanças hormonais.

Outro caso mais específico é a utilização de aparelho invisível, que se não for higienizado de forma correta pode acumular bactérias e gerar a gengivite.

Como podemos perceber, a higiene é a melhor forma de prevenir problemas dentários.

Agende

Tratamento

O tratamento para a gengivite deve ser iniciado desde os primeiros sintomas, para que não piore e não desenvolva problemas maiores.

O primeiro passo, como mencionado, é a higiene bucal.

Nesse contexto, é preciso se atentar às especificidades da sua arcada, como o uso de aparelhos ou próteses.

Isso porque um modelo de aparelho invisivel preço, por exemplo, pode ser retirado para a escovação, o que facilita a higienização dos dentes, mas demanda uma atenção ao limpar a peça antes de armazená-la ou utilizá-la novamente.

Já para o modelo fixo é preciso encontrar escovas que se adaptem à barreira que é criada, de modo a alcançar os espaços entre os dentes, gengivas e os próprios braquetes.

Tendo essa atenção, a escovação deve ser iniciada e, nesse momento é importante usar pastas de dentes com flúor e passar sempre fio dental, por serem ótimos aliados para remover sujeiras que a escova não conseguiu retirar.

Dependendo do grau das placas, só a escovação não será suficiente. Devido a isso, alguns tratamentos foram desenvolvidos, para facilitar o processo e deixar os dentes saudáveis e bonitos. Dentre os tratamentos é possível ressaltar o ultrassom e a raspagem.

Agende

Ultrassom e raspagem

A técnica de raspagem consiste em remover de forma manual o tártaro, utilizando uma cureta. Já no ultrassom, é usado um aparelho que transmite ondas de alta frequência que, em contato com as placas, fazem com que elas se quebrem.

Em ambos os casos, é preciso consultar um profissional para encontrar a melhor forma de tratar a gengivite, já que cada quadro apresenta suas necessidades e deve ser tratado individualmente.

Isso ocorre principalmente porque não são todos os pacientes que podem utilizar o ultrassom e, em situações específicas o método não é recomendado.

Um exemplo disso são as pessoas que utilizam marca-passo, pois a ferramenta pode alterar o ritmo do aparelho.

Já na utilização da raspagem não há contra indicações, já que o processo é feito manualmente.

A gengivite é um problema odontológico que se não for cuidado de forma correta pode acarretar em doenças mais sérias, interferindo no sistema sanguíneo e na estrutura bucal como um todo.

Assim, procurar ajuda profissional e manter a higiene bucal é importante para manter os dentes limpos e saudáveis, de modo que as consultas sejam feitas para rotina, assim como realizar procedimentos como raspagem, caso seja necessário, ou até para aprimorar o cuidado já feito, como ocorre em procedimentos estéticos como o clareamento dental preço.

Por isso, não abra mão de cuidar da saúde da sua boca, e a qualquer sinal de sangramento ou incômodo na gengiva, busque por um profissional.

Agende

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Blog Consulta Ideal.

Gostou? Compartilhe!

> Artigos relacionados

dor de dente

Como controlar a dor de dente

aparelho dentário. aparelho ortodontico. dentista. odonto. odontologia fortaleza.

Aparelho dentário: como aliviar a dor após a manutenção

Deixe seu comentário