5 mitos e verdades sobre alergia respiratória

Alergia. clinica geral. gripe.
As alergias respiratórias são muito comuns e chegam a acometer cerca de um quarto das crianças brasileiras, entretanto, não é privilegio apenas dos baixinhos, tais sintomas seguem atormentando enquanto adultos. Mesmo sendo comuns, as alergias seguem cercadas de mitos e crendices que, no final das contas, acabam dificultando o tratamento e podendo chegar a piorar o bem-estar dos pacientes.Desta forma, decidimos falar com nossos especialistas em alergologia para entender melhor o que é mito ou verdade dentre as crendices populares mais comuns sobre alergologia.

Veja mais: Dor de garganta: principais causas e tratamentos

Agende 

O frio piora as alergias respiratórias: MITO

Acontece que as temperaturas frias não afetam diretamente os quadros alérgicos. Entretanto, é importante ressaltar que os hábitos de cada estação acabam podendo contribuir para o aumento ou agravamento dos sintomas.No inverno e outono, por apresentarem temperaturas mais frias, o uso de casacos e cobertores guardados durante as outras estações acabam possibilitando um contato maior com ácaros. Já no verão e primavera, com o aumento da temperatura, o uso de ar condicionados – e sua falta de manutenção e limpeza – podem desencadear quadros alérgicos de maneira mais recorrente.Outro ponto de atenção importante é entender que o frio ou calor não influenciam diretamente nas alergias, entretanto, mudanças bruscas no termômetro podem sim ser problemáticas, portanto, se o tempo virou, é importante intensificar o cuidado.

Produtos com cheiros fortes devem ser evitados: VERDADE

Caso você tem alguma alergia é bom maneirar no uso de perfumes ou produtos com cheiros muito fortes, tais produtos podem desencadear uma crise, portanto escolha produtos com cheiros mais amenos e menos invasivos.

Antialérgicos dão sono: MITO

A primeira geração de medicamentos desenvolvido para o controle dos sintomas da alergia provocava sonolência. Contudo, os medicamentos mais modernos não têm essa característica, ou seja, converse com seu médico e veja o remédio que mais se adeque com as necessidades do seu dia a dia.

Purificadores de ar podem evitar crises alérgicas: VERDADE

É importante que os ambientes estejam limpos e arejados para minimizar as crises. Em conjunto a isso, alguns purificadores de ar com filtros especiais são eficazes na remoção de pelos animais, restos de insetos e outros deflagradores de surtos de espirro, coceira e afins. Para os alérgicos, eles valeriam o investimento. Alergia. clinica geral. gripe.

Não é possível diferenciar gripes e resfriados de uma crise alérgica: MITO

Contendo alguns sintomas em comum, é recorrente a confusão entre as doenças. Entretanto, para olhos mais atentos, esse equivoco pode ser sanado facilmente. Ambas as doenças apresentam sintomas como nariz entupido, tosse e espirros, entretanto, somente as infecções costumam provocar dores no corpo, fraqueza e dor de garganta.Sendo assim, é importante ficar de olho nos sintomas e procurar um profissional indicado para cada caso, em caso de dúvidas, o mais indicado é ir a um clínico geral que ele poderá indicar para um especialista, o acompanhamento com clínico geral ou especialista em alergologia é necessário, pois podem tratar de maneira eficaz a infecção, contendo assim qualquer agravamento do quadro. Agende sua consulta. Agende 
Gostou? Compartilhe!

> Artigos relacionados

peeling

Peeling: Quais os prinicipais benefícios?

Cuidado cardiologia dias quentes

Calor aumenta o risco de infarto?

Deixe seu comentário