Saiba a importância do acompanhamento das doenças sexualmente transmissíveis

doenças-sexualmente-transmissíveis
As doenças sexualmente transmissíveis afetam milhões de pessoas no Brasil a cada ano, trazendo graves consequências para a qualidade de vida da população.Confira, neste post, qual é a importância do acompanhamento adequado e da prevenção para garantir a recuperação da saúde das pessoas acometidas por doenças sexualmente transmissíveis.

O que são as doenças sexualmente transmissíveis?

As doenças sexualmente transmissíveis — ou infecções sexualmente transmissíveis — são aquelas causadas por vírus e bactérias, dentre outros micro-organismos, transmitidos principalmente durante o ato sexual (vaginal, anal ou oral) sem uso de preservativos.São exemplos de doenças sexualmente transmissíveis: AIDS, hepatite viral, herpes genital, HPV, sífilis e gonorreia, dentre outras.Entre os principais sintomas das doenças sexualmente transmissíveis é possível citar:
  • ocorrência de sangramento ou corrimento (espessos e mal cheirosos);
  • aparecimento de verrugas ou de feridas na região genital;
  • feridas em outras regiões do corpo, como mãos, boca ou língua;
  • sensação de dor ao urinar ou durante o ato sexual.
Além da observação desses sintomas, existem exames clínicos e laboratoriais específicos, que são solicitados pelo clínico geral, pelo urologista ou pelo ginecologista.É importante destacar que as gestantes devem ficar atentas e realizar o acompanhamento pré-natal de maneira adequada, entre outros motivos, porque doenças como a sífilis e a AIDS podem causar graves complicações para a saúde do bebê.Em todos os casos, o diagnóstico precoce é muito importante, uma vez que boa parte das doenças sexualmente transmissíveis podem ser curadas com o tratamento medicamentoso adequado.

Tratamento e acompanhamento — como são realizados?

O tratamento das doenças sexualmente transmissíveis é baseado em medicamentos antirretrovirais específicos para cada tipo de agente infeccioso, os quais devem ser usados sob orientação médica e de maneira extremamente criteriosa.A descontinuidade do tratamento sem autorização médica ou a administração de doses inadequadas dos medicamentos compromete a continuidade do tratamento e inviabiliza o sucesso do mesmo.O acompanhamento médico dos pacientes acometidos por doenças sexualmente transmissíveis é importante não apenas para restabelecer a saúde dessas pessoas como para evitar que os vírus e bactérias continuem a ser transmitidos — inclusive de mãe para filho, durante a gestação ou na hora do parto.

Protegendo a saúde e a qualidade de vida

Com o tratamento e acompanhamento adequados, todos portadores de doenças sexualmente transmissíveis podem desfrutar de uma vida saudável, sem prejuízos para sua própria qualidade de vida e sem colocar a saúde de familiares ou parceiros em risco.No entanto, dados do Ministério da Saúde informam que, no Brasil, quase 20 bilhões de pessoas são infectadas por doenças sexualmente transmissíveis a cada ano.Por isso, a conscientização e a adoção de um comportamento preventivo são cada vez mais importantes para impedir o adoecimento da população.

Qual é a importância da prevenção?

Os cuidados com a saúde e a promoção da qualidade de vida envolvem muito mais que os hábitos alimentares ou a prática de atividades físicas.É preciso estar bem consciente sobre todos os comportamentos e atitudes prejudiciais, para que possamos fazer escolhas saudáveis e evitar as situações que possam colocar nossa saúde em risco.Para alguns tipos de HPV e para a hepatite B já existem vacinas, que devem ser tomadas na idade e dosagem certas.

A informação é o caminho para a prevenção

A verdade é que os sintomas das doenças sexualmente transmissíveis não podem ser reconhecidos apenas no rosto dos indivíduos, sejam eles parceiros fixos ou eventuais.Por isso, praticar o sexo seguro é fundamental: use camisinha sempre! Tanto o preservativo masculino quanto o feminino protegem o organismo de todas as doenças sexualmente transmissíveis, bem como evitam uma gravidez indesejada.Você tem alguma dúvida sobre o diagnóstico ou o tratamento das doenças sexualmente transmissíveis? Deixe sua pergunta nos comentários! A informação é o primeiro passo para a prevenção!
Gostou? Compartilhe!

> Artigos relacionados

Cuidado cardiologia dias quentes

8 benefícios do consumo diário de água

Dores nas costas

Dores nas costas: 5 dicas para aliviar

Deixe seu comentário